MARKETING CULTURAL

Image

Abraham Shapiro

Na década de 1990, eu e a minha família nos mudamos para Londrina, no estado do Paraná. Um dos fatores que nos orientou a escolher esta cidade maravilhosa foi a oferta de cultura: uma orquestra sinfônica, um festival de música, um de teatro, outro de dança e até um literário.

Os anos passaram. Crises vieram, se foram, e aquele pessoal que dá seu sangue, suor e lágrimas pela causa cultural da cidade prossegue lutando com bravura a fim de conseguir recursos e manter a chama acesa.

E sabe o que eu vi nos anúncios e propagandas de todas essas iniciativas? Quase sempre as mesmas marcas, os mesmos nomes e produtos, isto é, os mesmos patrocinadores. Então pensei: o que acontece com as empresas que não participam? 

Tenho certeza de que falta-lhes visão de oportunidade.

Marketing Cultural é o conjunto de ações que utiliza a cultura para projetar, fixar e fortalecer a imagem de uma organização, seu nome ou um produto. 

Não é isso o que toda empresa mais deseja e precisa? Eu sei que sim. Então o que falta é entender como funciona para decidir. 

Você, empresário ou executivo, tem todo o direito de não conhecer os benefícios e como explorar o seu espaço nesses eventos, porém não o de permanecer imaginando coisas irreais. Não perca esta chance. Ela pode ser o “cavalo encilhado” que passa uma vez só por você.

O ganho de qualquer oportunidade depende dela ser vista. 

Faça acontecer. Depois meça os resultados. Só então é que vale tirar conclusões. 

Compartilhe esta publicação: