NINGUÉM VENCE UMA EQUIPE DE VERDADE

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Blog Profissão Atitude

A palavra concorrência, em negócios, tem muitos significados. Pode ser a disputa declarada ou não de empresas de um mesmo segmento em função de Preço, Praça de atuação, Propaganda ou mesmo Produtos. Eu tenho visto que concorrer nesses 4 P´s é relativamente fácil. Vai sempre depender de uma boa estratégia e de recursos financeiros para investimento. Veja, por exemplo, a guerra entre a Coca-Cola  e a Pepsi, que dura várias décadas.

Mas há um fator de que normalmente muitas empresas se esquecem de considerar. Um  poderoso diferencial competitivo. As pessoas. 

No que concerne a gente atuando na empresa nada se comporta como 2+2=4. 

Pessoas sozinhas são sempre limitadas. Já em grupo, tendem a produzir resultados maiores do que isoladas. Mas se, em vez de grupos, elas se sentirem parte de uma equipe, o produto da sinergia delas com os demais tende ao infinito – tanto na qualtidade quanto na qualidade.

Com uma equipe poderosa não há dinheiro que compita.

Portanto, o  desafio da competitividade encontra-se em fazer um grupo tornar-se uma equipe.

Isso é o que um gerente de verdade saberá fazer como ninguém mais. Por isso ele é digno de ser chamado: gerente.

Compartilhe esta publicação: