carregando...
Profissão Atitude
162 PROVÉRBIOS JUDAICOS DE SABEDORIA, BOM HUMOR E INSPIRAÇÃO
162 PROVÉRBIOS JUDAICOS DE SABEDORIA, BOM HUMOR E INSPIRAÇÃO

Coleção organizada por Abraham Shapiro com tradução direta do Iídiche em 2007

1. Quem lida com mel, sempre tem chance de uma lambida.

2. Modéstia em excesso não deixa de ser meia vaidade.

3. Para matzes e mortalhas, sempre se arranja dinheiro. (matzes é o plural de matzá: pão ázimo comido na Festa de Pêssach, a Páscoa Judaica)

4. Não te preocupes com o amanhã quando ainda tens o hoje para te preocupar.

5. De que vale uma boa cabeça, se duas pernas não a sustentam?

6. Falsos amigos são como aves de arribação: fogem no inverno.

7. O medo da desgraça é bem pior que a própria desgraça.

8. Para o ignorante, a velhice é o inverno; para o sábio, é a estação da colheita.

9. Um remendo feio é ainda mais útil do que um buraco lindo.

10. Mais vale a pior das pazes que o melhor das guerras.

11. O passo do asno corresponde ao tanto de cevada que lhe dás.

12. É mais fácil enfrentar a desgraça bem alimentado do que com fome.

13. Guia o teu cavalo com aveia e não com o chicote.

14. Boas notícias se ouvem de longe.

15. De longe podes enganar os outros, de perto só a ti mesmo.

16. Se tens fama de madrugador, podes dormir até tarde.

17. As orações sobem, as bênçãos descem.

18. No alfaiate sempre encontras um fio de linha.

19. A vida não passa de um sonho, mas cuide para não acordar.

20. A sorte do ignorante é ele não saber que não sabe.

21. Isso te ajudará tanto quanto ventosas a um cadáver.

22. Um bom mentiroso precisa de uma boa memória.

23. A verdade é tão pesada que poucos a suportam.

24. Se fabricas freios para os teus animais, com maior razão para os teus impulsos.

25. Na casa de banho todos somos iguais.

26. Quem engana o peixe não é o pescador nem a vara, mas a minhoca.

27. No fundo do espelho tens o teu melhor amigo.

28. Amizade que não foi testada não é amizade nem nada.

29. Quando o sábio erra, erra prá valer.

30. Uma montanha não pode encontrar outra. Um homem a outro, sim.

31. Não há homem que não tenha sua loucura.

32. A vida sempre termina em lágrimas.

33. O mentiroso repete tanto suas mentiras que ele próprio termina  acreditando.

34. A mulher é como veludo: quem não gosta de acariciar?

35. A mãe com seu manto encobre até os defeitos dos filhos.

36. A tolice é uma planta que cresce sem que se precise regar.

37. A palavra e a flecha têm pressa de chegar.

38. Uma só mentira é apenas uma mentira. Duas, são duas mentiras. Mas três, aí já se trata de política!

39. Se queres olhar coisas altas, deves segurar o teu chapéu.

40. Uma boa dor de dentes faz esquecer qualquer dor de cabeça.

41. Quando as coisas melhoram é porque, de fato, estão piorando.

42. Quem está por baixo, pelo menos está livre de cair .

43. O sábio sabe o que diz. O tolo diz o que sabe.

44. Os sapatos da criança pobre crescem com seus pés.

45. Tudo é bom, mas na hora certa.

46. O asno se conhece pelas orelhas. O tolo, pela língua.

47. Com o coração cheio, os olhos transbordam.

48. Antes um pé torto doque uma cabeça torta.

49. Coisas boas são lembradas, as más são sentidas.

50. O homem é o que é, não o que foi.

51. As comportas das lágrimas nunca estão fechadas.

52. Não fosse a luz, não haveria sombras.

53. Quem não presta para si, não presta para os outros.

54. Vermes roem os mortos. Preocupações, os vivos.

55. Se o gato usar luvas, não apanha nenhum rato.

56. Se meu avô tivesse rodas, seria uma carroça.

57. Litvac (Judeu da Lituânia) é tão esperto que já se arrepende antes mesmo de cometer o pecado - mas o comete.

58. Chora perante D’us; ri perante os homens.

59. Mais vale uma palavrinha antes que dois palavrões depois.

60. Só com sabedoria não fazes a feira.

61. O dissabor está para o homem como a ferrugem para o ferro.

62. Para quem não pode comer galinha, caviar também serve.

63. A meia verdade é uma mentira inteira.

64. A pobreza não é nenhuma vergonha. Mas também nenhuma honraria.

65. Quando D’us quer, uma vassoura dá tiros.

66. Filhos pequenos não nos deixam dormir, grandes não nos deixam viver.

67. Eu te peço, ó Criador do mundo, não me eleves ao céu, mas não me roles por terra.

68. Todo morro-acima tem seu morro-abaixo.

69. Não sei cantar, mas entendo do assunto.

70. Desde que foi criada a morte, ninguém está seguro da vida.

71. Coincidência é o meio que D’us encontra para manter-se anônimo.

72. O chapéu tem bom tamanho, a cabeça é que é pequena.

73. Se o silêncio é recomendável aos sábios, quanto mais aos  tolos.

74. Quando um cão ladra, outro logo o acompanha.

75. A tolice alheia é uma piada; a nossa, uma desgraça.

76. Um tolo sabe bem avaliar o outro.

77. Não se vive de alegria, nem se morre de tristeza.

78. Toda corte tem seu idiota.

79. Quando teu inimigo estiver caído, não deves te alegrar, mas nem por isso deves correr para reerguê-lo.

80. Quando três pessoas te chamam de louco, deves dizer: ‘bilú-bilú’.

81. Três coisas não poderás ocultar: o amor, a tosse e a pobreza.

82. Com mentiras poderás ir longe, e não voltarás.

83. Não prestando a cabeça, o resto podes jogar fora.

84. Não te esqueças: a verdade é uma só, mas tem várias faces.

85. O mundo não simpatiza com os delatores, nem com os moralistas.

86. Pior do que dinheiro perdido, é tempo perdido.

87. Quem tem uma linda mulher é um péssimo amigo.

88. Graças a D’us o pobre não comete pecados caros.

89. Quanto mais doce teu pecado, mais amargo teu arrependimento.

90. A lágrima está para a alma como o sabão para o corpo.

91. Toda nora é um pedaço de sogra.

92. Furúnculo não é doença grave, ainda mais sob a axila alheia.

93. Câncer, shmâncer, contanto que tenhas saúde. 

94. Peixes e hóspedes se estragam no terceiro dia.

95. A mulher te coloca em pé ou te deita em terra.

96. Não te adiantam preces ou sabedoria quando as cartas não vêm.

97. Quando a sorte te bafeja, até mesmo um boi te dará um bezerro.

98. Três coisas te serão boas em pequenas doses e nocivas em grandes: o fermento, o sal e a hesitação.

99. O álcool é mau mensageiro: tu o envias barriga abaixo e ele sobe à cabeça.

100. Nem ao médico nem ao coveiro desejarás Ano Bom. (Ou "Feliz Ano Novo")

101. Não te esqueças: 'Do pó viemos e ao pó voltaremos'. Mas até lá, que tal um bom trago?

102. Nenhum judeu vive sem milagres.

103. Se o cavalo tivesse algo a dizer, certamente diria.

104. De que te servem a lanterna e os óculos se desejas enxergar?

105. Deves tomar cuidado quando estás diante de um bode, atrás de uma mula, ou a qualquer lado de um tolo.

106. Não ofereças pérolas aos que lidam com hortaliças e cebolas.

107. Poderás viver sem temperos, mas nunca sem trigo.

108. Mesmo no azar é bom que tenhas um pouquinho de sorte.

109. A tolice, mesmo bem sucedida, não deixa de ser tolice.

110. A verdade não morre nunca, mas leva vida apertada.

111. Vende a tua última camisa, contanto que sejas rico.

112. Não tenhas medo se não houver outra escolha.

113. Com dinheiro comprarás tudo, exceto bom senso.

114. Do mesmo boi não tirarás duas vezes a pele.

115. A sorte bate à porta? Dá-lhe logo a melhor poltrona.

116. Será mais fácil aplacar a ira do homem do que a ira da mulher, pois o primeiro foi criado de argila mole, enquanto a segunda, de um osso duro.

117. Tens três amigos: teus bens, teus  filhos e tuas boas ações.

118. Consultando o rebe, ele achará sempre alguma coisa. (rebe é o líder mais sábio de um grupo de rabinos)

119. Quem vive como um diabo, torna-se um demônio.

120. Quem fala demais acabará falando de si.

121. Um porco sobre o banco, está a meio caminho para a mesa.

122. Quando se engraxa, o carro anda bem.

123. Quem dança em todos casamentos, chora em todos funerais.

124. Quando se tosquia uma ovelha, os carneiros tremem.

125. Quando se sente amargura no coração, pouco adianta adoçar a boca.

126. Não havendo nada na panela, nada haverá no prato.

127. Assim gira o mundo inteiro: uns têm a bolsa, e outros, o dinheiro.

128. Consulte a quem quiser, mas só decida com a sua própria cabeça.

129. Quando se varre a casa, acaba-se encontrando tudo.

130. Antes dor no coração do que vergonha na cara.

131. Antes a maldade dos bons do que a bondade dos maus.

132. Antes ser criticado do que consolado.

133. Sangue não é água: no mínimo é mais denso.

134. Brit milá, Bar mitsvá, casamento, enterro – tudo isso convém pagar à vista. (Brit Milá é a circuncisão ao 8o dia de vida dos meninos Judeus; Bar Mitzvá é a celebração de 13 anos dos garotos Judeus, quando se tornam responsáveis por seus atos religiosos)

135. O melhor cavalo precisa de um chicote. A criatura mais sábia, de um conselho. A mulher mais virtuosa, de um bom homem.

136. A pobreza estampa-se primeiro no rosto.

137. A verdade está nos olhos. A mentira, atrás deles.

138. O inferno não é tão mau quanto o caminho que leva até lá.

139. A honra se tem não pelo que se recebe, mas pelo que se dá.

140. Vingança é veneno. Por melhor que seja, mata.

141. A verdade está toda com D’us, e um pouco conosco.

142. Ele não crê em D’us, mas Lhe pede ajuda.

143. O medíocre não está tão perto do sábio, nem tão longe do tolo.

144. O teimoso não tem cura.

145. Não há inimigos gratuitos, temos sempre de pagar por eles.

146. D’us nos livre de um só filho e de uma só camisa.

147. O sucesso nos embriaga sem vinho.

148. Com D’us não se brinca: primeiro, porque é proibido; segundo, porque Ele próprio não deixa.

149. De cada resposta pode-se tirar uma nova pergunta.

150. Caridade também é questão de hábito.

151. Até mesmo o Rebe tem seus inimigos.

152. Sábado, até mesmo o pecador no inferno tem seu descanso.

153. Tintas secam logo; lágrimas, nem sempre.

154. Em cada nova canção encontra-se uma velha melodia.

155. Ninguém precisa de calendário para morrer.

156. Dois tipos de pessoas sempre derrapam: o tolo entre sábios, e o sábio entre tolos.

157. Os pobres se dão mal tanto no inverno quanto no verão.

158. Poucas palavras, contanto que exprimam a verdade.

159. Não há besteira maior do que tentar ser mais esperto do que todos.

160. Ervas daninhas crescem de noite.

161. O que um tolo consegue estragar, dez sábios não conseguem reparar.

162. Cada homem carrega seu pacote.