Image

ÉTICA

Abraham Shapiro

A raça humana tem aprendido muito no decorrer dos últimos sessenta séculos. Mas estranhamente ainda não sabemos como viver a vida.

Coloque vinte pessoas numa sala. É muito provável que haverá uma concordância unânime sobre temas como padrões de saúde, direitos humanos, igualdade, livre arbítrio, paz mundial e outros. Então deixe-as sair dalí para lidarem com seu dia-a-dia.  Agora você terá vinte opiniões diferentes sobre como todas aquelas coisas devam ser aplicadas e sobre seu significado prático.

As opções diárias que a vida apresenta, e até muitos princípios com que concordamos, viram opiniões conflitantes quando tentamos aplicá-los. Exemplos? Aborto,  pena de morte, suicídio assistido etc. A confusão vai desde perfil racial e alimentação até religião nas escolas, passando sobre política de gênero e muito mais. 

Acontece que ideias e princípios definem apenas o quadro geral. E isto não  é suficiente, até porque poucos conflitos são sobre o quadro geral. A maior parte deles é sobre ‘como’, ‘quando’ e ‘onde’.

Assim, um dos temas mais discutidos no exercício de qualquer carreira profissional é a ética. Mas na hora experiência, vê-se que não basta saber o que é. É preciso ter conhecimento profundo e depois entender suas variações e sutilezas. 

A diferença é como ter a foto de uma pessoa e ser casado com ela por vinte anos. A foto mostra um rosto que tem um nome. Se eu encontrá-la na rua, eu saberia ser ela. Mas não teria a menor ideia de como ela gosta de seu café; do tamanho de seus sapatos; de seu sorriso ao ser elogiada, ou de sua reação quando ofendida.

Da mesma forma, não basta saber que isto é uma atitude é ética e aquilo  é antiética. Precisamos viver a ética intensamente e bem de perto – perto o bastante para discernir, conhecer, “casar” com a ética, senti-la nos nossos ossos e por fim na mente. Isto é o que habilita “ser ético”, e não só falar a respeito!

 

Ler Mais

Image

TROQUE MIL REGRAS POR UMA HISTÓRIA

Abraham Shapiro

As empresas querem comunicar valor a seus clientes e funcionários. E então lidam com uma dificuldade: “Qual o melhor modo de fazer isso?” Eu direi em uma palavra: exemplo! 

Pare de escrever coisas bonitas na parede da recepção, nos seus folders ou no website da empresa e dedique-se a fazer essas coisas acontecerem, de fato. Será fantástico e passará a convencer o mundo todo daquilo que vocês são.

A segunda melhor maneira de comunicar valor é através de uma história. Uma boa história. Não qualquer uma, mas aquela que ajude as pessoas a pensarem por si mesmas, e depois concluir uma moral. 

Sair dizendo que “temos de ser éticos” não é nada, e não vale nada.  Porém, contar sobre um ex-empregado que, escondendo um erro, causou prejuízo à empresa, ou um vendedor que, admitindo sua falha, ganhou a confiança do cliente e duplicou seus pedidos, isto sim ensina “o que é” atitude ética e também “o que não é”. 

Os fatos concretos devem ser contados para o bem.

Na Era da Informação, o que está enjoando quase todo mundo é o excesso de dados que chegam de todas as direções. O engano está em achar que basta dizer, ou escrever, ou gravar um vídeo e todos verão. Talvez “curtam”. Mas não verão. Portanto, comunica mais e melhor quem o faz com poucas palavras, rápida e efitivamente, isto é, com clareza e pragmatismo. 

*Pragmatismo é a consideração das coisas desde um ponto de vista prático, sem rodeio ou blá-blá-blá.

Você deseja ser ouvido?  Ajude as pessoas a terem fé em você e na sua empresa –  nos serviços e em tudo o que ela faz ou vende. A fé move montanhas. E fé resulta também de inspiração. Uma boa história tem poder de liberar este efeito.

Já se disse que uma imagem vale mais que mil palavras. Eu, direi que uma história vale mais que mil regras. E sendo boa o bastante, fará as pessoas entenderem que você é confiável e seguirão a mensagem. Poderia ser melhor?


 

Ler Mais

Image

VAMOS FALAR SOBRE RESULTADO

Abraham Shapiro

Há um modo de definir resultado no trabalho e na vida do qual eu gosto muito. 

“Resultado é a resposta que resolve ou supera um desafio.”

Vamos esclarecer. 

Digamos que você viva numa cidade grande e tenha um compromisso às nove da manhã de um dia de semana. O desafio é o trânsito neste horário.  Para alcançar o resultado de chegar à hora marcada, você deve se programar para sair bem cedo de casa – o suficiente para superar este desafio imposto pelo trânsito.

Sempre que o desafio é maior do que a habilidade de dar resposta, o resultado não será satisfatório. Pode acontecer até de não haver resultado algum. 

E aqui vem o nosso primeiro insight. Habilidade tem tudo a ver com resultados porque só quem desenvolve habilidade consegue superar desafios. O que seria preciso para vencer uma corrida de cinco mil metros de bicicleta que um amigo lhe propôs? Resposta: treinar, treinar e treinar. Isso desenvolveria a sua habilidade e lhe poria em condições de competitividade. Por este exemplo você deve concluir que “habilidade é uma capacidade desenvolvida”, ou “o conhecimento que se adquire através de estudo, treinamento, teoria e prática”.

Você tem uma meta de venda para entregar à empresa? Se tiver habilidade para criar um plano de ação e pô-lo em prática, as suas chances são amplas de superar este desafio e alcançar o resultado.  A alternativa para o “não” seria: diminuir a sua meta, o que corresponde a reduzir o desafio.  Poderia até ser conveniente para você, mas com certeza, o seu gerente iria detestar. 

Então estamos diante de dois caminhos. Primeiro: vontade, motivação, fé e pensamento positivo sozinhos não produz resultado algum. Resultado real advém de um bom aparato psicológico somado a condições técnicas adequadas – habilidade. O segundo caminho é: ao tentar reduzir a meta ou o desafio possivelmente você será demitido. 

Que tal pensar em buscar mais treinamento e capacitação?

Ler Mais

Image

POR QUE VOCÊ ACORDOU HOJE?

Abraham Shapiro

Se você lê este texto significa que D-us acredita em você. Significa que E-le confia e tem fé em você. Sim, E-le tem fé em você. Por isso E-le lhe deu vida novamente acreditando em que você irá realizar o que ainda não efetivou, e prosseguir fazendo o bem que você tem feito. 

Já pensou nisso antes? Provavelmente não. 

Você dormiu na noite passada. Ao acordar hoje,  simplesmente pulou da cama, escovou os dentes, tomou o café e prosseguiu esta rotina de trabalho e buscas pessoais. 

Normal!

Mas há algo a que lhe convido ver além disso. 

Existe outra razão de você ter acordado hoje. D-us conta com você. 

Você faz ideia por que você nasceu? Ainda que não saiba e jamais tenha pensado nisso, aquele mesmo motivo foi renovado hoje. Há alguns anos – 20, 30, 40 anos ou mais –  E-le mandou a sua alma ao mundo para que você O ajudasse a  fazer o mundo ser melhor. Calma! Não se trata de promover revolução nenhuma. Apenas de fazer o que você faz com um sentido diferente e melhor.

Ser menos egoísta. Menos dinheirista. Compartilhar um pouco do seu tempo com as pessoas sem segundas e terceiras intenções. Dar alguma atenção a quem necessita a ajudá-lo. Usar o dinheiro que você ganha com cuidado e inteligência. Valorizar o seu tempo e não usá-lo de modo fútil. Mais atenção ao abrir a sua boca e não jogar palavras ao vento. Não participar de fofocas e maledicências contra nenhuma pessoa.  Ter foco no seu trabalho. Ter gratidão. Ter coragem. Esforçar-se. Conquistar pelo trabalho. Praticar a caridade do modo que for possível.  Ser obediente aos seus superiores. Pensar. Aprender. Ter humildade. Ter coração bom. 

O que falta para você conseguir isso? Talvez um ou mais itens da lista abaixo:

1.Falta você acreditar em si e associar-se a E-le, D-us.

2.Falta planejar e AGIR com mais esforço e energia. 

3.Falta coragem para romper com a sua fraqueza e com a visão de que é vítima de outras pessoas, ou do mundo, ou do pouco dinheiro, ou de não ter coisas. 

4.Falta reduzir o materialismo que regula os seus interesses. 

5.Falta levar a sério uma vida com justiça e efeito como resultado das causas que você provoca.

6.Falta mais disciplina e organização pessoal.

7.Falta mais bravura para não ficar esperando que aconteça, mas fazer acontecer.

Conscientize-se disso não para desanimar, mas para dar um passo e prover o que quer que lhe falte. Comece. 

Este não é um discurso de motivação, D-us me livre! Estou tentando explicar apenas o porque de você ter acordado hoje. Só isso!

Pare de sofrer agora mesmo e faça a sua vida valiosa. Saia da inércia. Traga mais desconforto para si. Incomode-se. Provoque-se. E tenha uma nova razão para agir. Atitude!

D-us tem fé em você. Agora é a sua ver de ter fé em si! 

Ler Mais

Image

O PRAZER DE TRABALHAR

Abraham Shapiro

O Rafael é um vendedor e tanto. Não perde chance alguma de fazer negócio.

Dia desses, numa viagem curta em visita a clientes, ele viu algo na beira da estrada. Era uma lamparina, dessas que lembram a da história do Aladim. Parou o carro, desceu, pegou o objeto e, não resistindo à tentação, esfregou-o com a manga do paletó. Levou um susto quando, do nada, apareceu um gênio dizendo:

- “Você tem direito a três pedidos”.

O Rafa ficou doido:

- “Direito a três pedidos? – ele disse. Eu entendi bem? Então, por favor, dê-me só um minutinho”.

Entrou no carro, mexeu na maleta e voltou ao gênio:

- “Em nome de quem eu devo tirar os três pedidos? Eu anoto o grosso agora, o senhor assina  e o cadastro ficam pra depois”.

Todos os dias, há profissionais no mundo todo chorando pela má sorte ou pelos problemas que no trabalho.

Eu gostaria de perguntar a cada um: “Você tem aproveitado as oportunidades que passam por você? Gerente de banco, corretor de imóveis, garçom, advogado, empresário, enfim...  diga-me como anda o seu esforço para levar boas coisas aos seus clientes. Você prioriza isso? Ou fica esperando a sorte bater à porta?

Pois saiba agora e não esqueça de que há uma relação direta e poderosa entre “não perder chances de fazer o bem pelos outros” e “obter prazer no trabalho e na vida”.

A alegria de uma profissão – de qualquer uma – está contida no ato de servir. Servir bem é a atitude que sempre produz satisfação. Quanto a lucros, ganhos, recompensas, isto são consequências. E qualquer consequência tem muito mais sabor quando surpreende!

Ler Mais

Image

OUTRA FÁBULA DO ZÉ FLÁVIO COM FINAL SURPREENDENTE

Abraham Shapiro

O José Flávio Garcia me traz uma nova história cada vez que nos encontramos no Café. Desta vez, uma mulher tinha um papagaio e um gato. Seu desejo era ver o gato falar. Ela lhe pedia insistentemente que aprendesse com o papagaio. Mas é claro que nada acontecia, até o dia em que teve uma ideia: matar a ave e dá-la como almoço ao gato. Ela imaginava que o dom da fala seria transmitido ao felino. De nada adiantou. 

O tempo passou até que, certo dia, surpreendentemente o bichano chega a ela e diz nervosamente: 

- “Senhora, saia daqui o mais rápido possível, pois a sua casa vai desmoronar.” 

A mulher, encantada com a realização de seu grande sonho, começa a gritar efusivamente. E o gato insiste:

- “A sua casa vai ruir.... saia já daqui!” 

De  nada adiantou. A casa desaba, a mulher morre e horas depois, via-se o gato caminhando com um amigo seu, dizendo: 

- “Pois é. E quando, enfim, eu abri a minha boca e resolvi falar, ela não me deu a mínima atenção!”

Moral da história: Quase sempre as pessoas se maravilham com seus desejos e sonhos, mas acabam se esquecendo daquilo que é mais importante.

Na vida e no trabalho é preciso sabedoria para discernir e definir as prioridades. Sem isso, perde-se tempo, energia e, D-us nos livre, a própria vida em admirar coisas fúteis, enquanto se deixa escapar o que tem valor real. 

Ler Mais

Image

MURPHY TINHA OU NÃO RAZÃO?

Abraham Shapiro

Você acha que a Lei de Murphy está certa? 

Diante do fato de que “se alguma coisa tem a mais remota chance de dar errado, certamente dará”, penso que Murphy tinha razão. E além do mais, é bom de vez em quando rir de irreverências como esta, ainda que elas nos façam chorar de raiva em outros momentos da vida.

Existem ideias semelhantes às de Murphy. E elas também nos fazem pensar.

Veja esta:

- Se você não perde a cabeça quando todos ao redor já perderam, talvez você não esteja entendendo a situação.

Outra:

- Para cada problema na humanidade existe uma solução simples e clara, e esta será sempre a solução errada.

Mais uma

- Depois do último dos 16 parafusos ser retirado de uma tampa, você irá descobrir que removeu a tampa errada.

- Não importa quanto você pesquise antes de comprar um produto. Depois que comprá-lo você descobrirá que ele está à venda em outro lugar, por preço menor.

- Quando o avião em que você está se atrasa, a aeronave com o qual você faria conexão estará no horário.

- Todo objeto cai de modo a causar o maior prejuízo possível. A chance de uma torrada cair com o lado besuntado de manteiga para baixo é diretamente proporcional ao valor do tapete.

E para finalizar, leia e pense nisso:

“Não force. Use um martelo maior. E lembre-se que funciona melhor quando você liga na tomada”.

Ler Mais

Image

BENDITOS SEJAM OS MEUS CONCORRENTES

Abraham Shapiro

Benditos sejam os meus concorrentes, pois me fazem acordar cedo e me esforçar mais a cada dia.

Benditos sejam os meus concorrentes, que me despertam para não perder tempo com coisas sem valor. 

Benditos sejam os meus concorrentes, pois me lembram de que hoje tenho que ser melhor do que ontem, e me fazem fugir da acomodação.

Benditos sejam os meus concorrentes por me mostrarem que, ao menor erro que eu cometer, lá estarão eles para ocupar o meu espaço – conquistada a duras penas.

Benditos sejam os meus concorrentes por provocarem em mim rejeição por ser retrógrado,  saudosista ou demagogo.

Benditos sejam os meus concorrentes por me fazerem entender que o meu trabalho não é determinado pelo relógio, mas pela disponibilidade do cliente e ao cliente.

Benditos sejam os meus concorrentes que me ensinam que o sucesso do meu negócio depende da minha qualidade individual e da qualidade das pessoas que formam uma equipe comigo. 

Benditos sejam os meus concorrentes que me fazem ver que cada cliente é um ser humano,  e não um número ou um montante de dinheiro a ser conquistado a qualquer custo. 

Benditos sejam os meus concorrentes por despertarem a minha necessidade de estudar mais, de ler mais e de aplicar os conhecimentos na prática a fim de melhor servir os meus clientes e reduzir as falhas que fariam de mim um amador.

Benditos sejam os meus concorrentes, por me mostrarem que a minha experiência e vivência em  negócios não são suficientes para me diferenciar aos olhos do cliente, e que sempre há muito a inovar.

Benditos sejam os meus concorrentes, pois sem eles certamente eu estaria longe de obrigar-me a  converter os meus dias de trabalho em algo produtivo e útil para mim, para a minha família e para todos aqueles que lutam ao meu lado pela mesma causa.

Ler Mais

Image

PENSAMENTOS QUE AJUDAM A PENSAR

Abraham Shapiro

Compre barato, venda com valor.
John Greenleaf Whittier

A alavanca que move o Empreendedorismo não é a austeridade, mas o Lucro.
John Maynard Keynes

O setor de imóveis tem apenas três segredos: localização, localização e localização.
William Dillard

Quem consegue administrar bem um negócio consegue administrar bem qualquer negócio.
Richard Branson

Todo indivíduo deseja tão somente o próprio lucro, e nesse, como em muitos outros casos, ele é conduzido por uma mão invisível a precipitar um fim que não fazia parte de seus desejos. Tampouco é necessariamente ruim para a sociedade o fato de esse fim, não fazer parte de seus desejos. Ao buscar o interesse próprio, ele freqüentemente promove o interesse da sociedade de modo mais eficiente do que se desejasse de fato promovê-lo.
Adam Smith, A Riqueza das Nações

Vinte por cento dos seus produtos irão gerar oitenta por cento dos seus resultados. Vinte por cento dos seus resultados irão consumir oitenta por cento da sua capacidade.
Vilfredo Pareto

Uma velha coruja morava num carvalho, quanto mais ouvia, menos falava; quanto menos falava, mais ouvia. Ah, se os homens fossem sábios como ela.
Punch

Um bom jantar pode azeitar os negócios.
William Scott, Barão Stowell

O trabalho se expande de forma a preencher todo o tempo disponível para sua realização.
C. N. Parkinson

Numa organização hierárquica, todo empregado tende a aumentar seu nível de incompetência.
Lawrence Peter

Se houver dois ou mais modos de fazer alguma coisa, e um desses modos puder resultar em catástrofe, esse modo será escolhido.
Edward A. Murphy, Jr

Faça rápido, faça direito, seja econômico. Dessas três, somente duas podem ser escolhidas. Nunca as três ao mesmo tempo. 
Anônimo

O camelo é o cavalo idealizado por um comitê. 
Anônimo

Pode alguém sorrir, sorrir, e ser vilão.
William Shakespeare, em Hamlet

Confie em si. Você sabe mais do que pensa.
Benjamin Spock

Não tenha medo de dar um passo largo quando ele se fizer necessário. É impossível atravessar um abismo com dois passinhos curtos.
David Lloyd George

Ganhamos força, coragem e confiança cada vez que enfrentamos o medo. Precisamos fazer exatamente aquilo de que não nos achamos capazes.
Eleanor Roosevelt

Pode-se tomar o poder, mas não recebê-lo. Tomar o poder é a própria essência do empowerment. 
Gloria Steinem

Seja gentil com as pessoas durante a sua ascensão, porque poderá encontrá-las durante a sua queda.
Alexandre Dumas, Pai

Ler Mais

Image

NÃO DIVULGUE O QUE PENSA OU PRETENDE

Abraham Shapiro

Certa vez, li um conto escrito na língua iídiche que  com  sarcasmo e bom humor o autor expunha um dos defeitos humanos mais comuns do ser humano, e de modo muito prático.

Os sábios de todos os tempos ensinaram ser importante moderar a comunicação aos outros sobre as nossas pretensões e metas. Eles dizem que se deve precaver contra a inveja alheia. E quase ninguém possui domínio pleno sobre os sentimentos das pessoas que o cercam e de seus efeitos. Assim, é preciso evitar que a fraqueza dos mais baixos torne-se um bstáculo a mais além dos que naturalmente surgem quando empreendemos qualquer coisa neste mundo.

O texto que eu li dizia o seguinte:

"Uma pessoa deve sempre levar em conta os sentimentos de seus vizinhos. Se eu tivesse ido a uma feira fazer negócios, por exemplo, e lá viesse a auferir bons resultados, conseguindo vender tudo com bom lucro, e retornasse com os bolsos cheios de dinheiro e o coração palpitando de alegria, não deixaria de dizer a meus vizinhos curiosos que tinha perdido até o último centavo do meu dinheiro, e que era um homem arruinado. É claro, pois, assim, eu estaria feliz e os meus vizinhos ficariam felizes também. 

No entanto, se ao contrário eu tivesse perdido tudo na feira e trouxesse comigo o coração angustiado, tomaria todo o cuidado de dizer àqueles mesmos vizinhos que nunca, desde que D-us criou as feiras, houve uma tão maravilhosa como aquela. Você me entende? Pois assim eu estaria infeliz e os meus vizinhos também ficariam.”

Assim é a natureza humana. Cuide então para não proclamar os seus planos e objetivos a esmo.  “O homem é dono do que cala e escravo do que fala.” 

Ler Mais

Image

MUDAR É VIVER

Abraham Shapiro

Que sentimento você tem quando ouve falar em mudanças?

Mudar é uma prova de vida. Nada se desenvolve sem mudanças. Opinião, por exemplo. Quem não muda de opinião  quando necessário, não consegue mudar nada.

Toda mudança é uma ajuda, e não obstáculo. Quando reconhecemos isso de antemão, tornamo-nos mais versáteis e flexíveis.

Thomas Watson, o fundador da IBM, disse certa vez que havia um mercado mundial para somente cinco computadores. Onde estaria a IBM, hoje, se seu fundador não estivesse disposto a mudar de opinião?

Você não pode realizar o seu potencial de vida permanecendo sempre o mesmo.

Há pessoas que não somente lutam para se manterem estáticas, como também insistem em que tudo o mais continue igual. Elas ainda não sabem que romper paradigmas e velhas convenções é o meio mais eficaz para enxergar oportunidades até então invisíveis. 

Todo progresso deve-se àqueles que não se satisfazem em deixar tudo como está e não temem mudar, a despeito do volume de gente que só pensa justificar suas falhas e erros.

Pessoas que desejam progredir sem enfrentar mudanças querem o impossível.

Guarde na melhor área das suas lembranças: "Somente os tolos e os mortos não mudam. Os tolos porque não querem. E os mortos porque não podem."

Ler Mais

Image

ONDE ADQUIRIR NOVAS IDEIAS PARA O SEU TRABALHO

Abraham Shapiro

Conheço um vendedor que ficou rico com vendas.  Começou sua carreira vendendo de porta em porta. Leia abaixo o que ele mesmo me contou:

“A primeira vez que saí para trabalhar, tive a impressão de que vender era a coisa mais desagradável do mundo.  Eu me levantava de manhã querendo que estivesse chovendo para não ter de sair. Gastava o máximo tempo no café da manhã. Depois, pegava a maleta e ia. Chegando à rua onde tinha de atuar, caminhava com medo de bater às portas porque o dia anterior já tinha sido um fracasso. Eu não sabia me planejar, comunicava mal aos clientes sobre os produtos que vendia e vivia como um derrotado. 

Certo dia, um vendedor de seguros me perguntou: ‘Como você adquire novas ideias em vendas?’ 

Eu respondi: ‘Do que você está falando?’  

E ele: ‘Assim como o seu corpo precisa de um banho diário,  a sua mente também precisa. Se você não fizer isso, ela vai acumular os ‘nãos’ que você recebeu no dia anterior como um depósito de lixo e sujeira. Esse banho mental você consegue se inspirando.  Leia coisas que lhe façam bem... nem que seja por quinze minutos ao dia, sempre antes de sair para o trabalho’."

E ele conclui dizendo que começou a ler sobre comportamentos de sucesso, depois passou a estudar seus produtos e sobre como se planejar. E foi isso que lhe deu segurança e vontade de melhorar e progredir. 

E se este fosse o único caso que deu certo, talvez eu não acreditasse tanto. Mas todos os profissionais que adotaram esta prática conseguiram o sucesso. Por que não você? 

Ler Mais

Image

COMO CHEGAR AO SUCESSO PELO FRACASSO

Abraham Shapiro

Que tal rever o seu modo de analisar as situações?  Há uma história que se passa durante a Segunda Guerra Mundial.

Um mecânico estudava as áreas mais frágeis da blindagem de aviões de combate. O objetivo  era reduzir as baixas de soldados e aeronaves norte-americanas, é claro.

Ao examinar os aviões que retornavam à base, ele observou que as áreas atingidas obedeciam a um padrão. O sinistro normalmente se localizava numa área que, com raras exceções, pouco variava de um avião para outro. 

O mecânico, cujo nome era Abraham Wald, determinou este padrão e formulou um novo modelo de blindagem. 

Ao apresentá-lo a seus superiores, todos esperavam que ele segeriria mais proteção às áreas constantemente atingidas pelos ataques inimigos. Mas ele os surpreendeu. Ao expor os resultados de seu estudo, mostrou ter tido a um insight fantástico. 

Ele sugeriu que fossem feitos reforço e blindagem em diversas áreas das aeronaves, exceto nas que eram atingidas com mais frequência pela artilharia inimiga. Sabe por quê? Se os aviões eram atingidos quase sempre no mesmo lugar e conseguiam voltar para a base, não eram essas avarias que os derrubavam, e sim buracos de bala em áreas distintas àquelas dos aviões que retornavam.

E ele justificou. Quase sempre temos a falsa percepção de enxergar o que deve ser feito pelo viés do que é certo e não consideramos que o erro adota o mesmíssimo padrão, e pode vir no mesmo pacote.

Creio que devemos olhar mais para os fracassos e aprender com eles do que apenas tentar acertar. Este também é um caminho inteligente para o sucesso.

Ler Mais

Image

UM PACOTE SEMPRE DIFÍCIL DE CARREGAR

Abraham Shapiro

Um professor pediu aos alunos que cada um trouxesse uma sacola com cinco maçãs. Eles trouxeram.  Um por um deveria escrever em cada maçã, o nome de um colega com quem tivesse brigado no semestre anterior, guardá-la dentro da sacola e levá-la consigo por onde fosse por duas semanas inteiras.

Começaram as reclamações. As sacolas pesavam. Era chato. Mas o pior foi quando as frutas começaram a apodrecer. O odor foi se tornando terrível. Então, o professor explicou a eles o significado de tudo aquilo.

Ele disse:

– Eu quis que vocês aprendessem duas lições. A primeira é que carregar uma sacola de maçãs não é fácil. Assim também é terrível carregar mágoa contra as pessoas. Mágoas pesam e incomodam. E a segunda lição é que cada maçã parecia bonita e gostosa no primeiro dia. Dez dias depois, elas cheiravam mal e estavam podres. Uma briga é o mesmo. A princípio parece valer a pena. Mas depois, ela só deixa prejuízos para todos.

Dia desses, uma amiga me procurou por estar magoada comigo há oito anos. Naquele época, seu irmão e diretor da empresa onde ela trabalhava mudou suas funções a fim de resolver uma situação em que ela estava envolvida. E ele resolveu, sem nenhum prejuízo a ninguém. Mas a visão de si mesma desta amiga era péssima e, então, ela interpretou o fato de modo negativo.

Quando, então, revelei a ela que tudo foi feito com objetivo inverso ao que ela julgou e intencionalmente positivo, um grande peso foi tirado de suas costas. 

Veja por este fato e pela história das maçãs quantos estragos os ressentimentos e as mágoas gratuitas podem causar. 

Não! Com toda certeza, isso não é artigo para se guardar nem no coração e nem na lembrança!

Lembro-me de uma frase que diz: “Felicidade é ter boa saúde e péssima memória!”

Ler Mais

Image

O QUE É 'CRER' E 'TER FÉ'?

Abraham Shapiro

Muita gente confunde ‘ter fé’ com ‘acreditar’. 

Vamos analisar.

O que é crer? Nós cremos nas coisas sobre as quais temos algum conhecimento. Todas as nossas crenças situam-se em algum ponto da reta que se inicia no “total desconhecido” e termina no “conhecimento absoluto”. Isso significa que quanto mais evidências tivermos sobre determinada coisa, mais creremos nela. Por exemplo: você só acreditará no seu casamento quanto maior conhecimento tiver dos seus sentimentos por sua esposa e, igualmente, dos sentimentos dela por você. Você só terá desenvolvimento profissional efetivo quanto melhor conhecer o seu campo de atuação.

O que é ter fé. A fé não funciona como o acreditar. Não é preciso saber de nada para ter fé. A fé é um “salto no escuro”. Nós temos fé na vida, por exemplo, mesmo não conhecendo seus infinitos segredos. Temos fé no amor, ainda que nada conheçamos sobre seu funcionamento e magia.

Muitas situações da vida exigem que tenhamos fé cega. Começamos dando um passo no escuro e, depois, prosseguimos. 

As duas coisas: ter fé ‘no escuro’ e  acreditar com conhecimento são estados que sustentam o desenvolvimento humano. Necessitamos de ambos. Porém, é preciso saber usar um e outro para nos mantermos em constante movimento de conquistas.

Ler Mais

Image

O VERDADEIRO VALOR DE UMA HERANÇA

Abraham Shapiro

Com a aproximação do inverno, os índios de uma tribo canadense foram ao cacique perguntar:

– Chefe, teremos um inverno rigoroso ou ameno este ano?

O chefe, moderninho e voltado para as coisas de seu tempo, não tinha aprendido os segredos de meteorologia de seus antepassados. Mas não podendo mostrar fraqueza, olhou para o céu, estendeu as mãos, sentiu o vento e, com firmeza, declarou:

– Teremos um inverno realmente frio. É bom nos prepararmos juntando muita lenha.

No dia seguinte, preocupado com o chute que havia dado sobre um tema tão sério, foi a uma cabine telefônica, chamou o Serviço de Meteorologia e ouviu como resposta à sua dúvida:

– Sim, senhor, estamos prevendo um inverno muito frio.

Lá foi ele novamente a seu povo, dizendo:

– É melhor recolhermos muita lenha. Vem aí um frio severo.

Uma semana depois, ainda não satisfeito, ligou novamente à Meteorologia:

– Você tem certeza de que o inverno será mesmo forte?

– Sim, temos – respondeu o técnico.

– E como vocês sabem? – o líder questionou.

– Nós nos baseamos nos costumes indígenas. E eles estão recolhendo muita lenha na floresta este ano. Bem mais do que em todos os anos passados.

Veja como é importante valorizar a herança cultural que recebemos dos nossos ancestrais. Eles  abriram o caminho para nós em muitas situações que ilusoriamente julgamos atuais ou novas. 

Se você quiser preencher a sua vida com valores verdadeiros, não despreze os costumes, os preceitos e os conceitos dos seus antepassados. Reflita sobre eles, conheça-os bem e guarde-os como um tesouro porque, de fato, eles valem mais do que muito dinheiro.

Ler Mais

Image

O PATÉTICO PARADOXO DA RIQUEZA

Abraham Shapiro

“Tenho muito!”

“Tenho tudo!”

Se estas expressões fossem ditas por duas pessoas ricas, você saberia dizer qual delas é a “verdadeira rica”?

Eu sim.

“Tenho muito” traduz a ideia de que, “mesmo tendo milhões, eu ainda quero mais".

“Tenho tudo” é um segundo modo de dizer “nada me falta”.

O primeiro quer mais, enquanto o segundo sente-se satisfeito com o que tem.

A vida moderna constrói-se sobre o argumento de que é preciso buscar acréscimos, independente do que já se conseguiu ou da necessidade. Este modelo requer cuidados. Não por coincidência os índices de ansiedade, frustração e suicídio, hoje, são os mais elevados em décadas.

Há dois mil anos, um sábio perguntou: “Quem é rico?”. E ele mesmo respondeu: “Quem extrai alegria de sua porção”. Não se trata de conformismo ou comodismo, mas de olhar, ver e levar em conta o que já se tem, com gratidão.

Conseguir mais pelo simples ter é um direito, de fato. Mas há consequências. E quase sempre danosas.

Se com esforço e propósito você luta por buscar mais do que tem, fundado em valores elevados, isso é bom. A sua conquista terá proveito. E caso não o alcance,  calma e serenidade estarão asseguradas. De sobra,  os seus valores e a sua dignidade permanecerão intactos. Ao olhar-se no espelho você não verá a imagem de um derrotado, pois não houve derrota alguma. Não ter atingido o alvo será apenas o sinal de que, para o seu bem, aquela busca não se converteu no que você almejava.

Felicidade, portanto, é olhar o que você já possui e sentir-se grato.

Miserável é o indivíduo sem valores que investe toda sua energia em obsessões enganosas. Por séculos de História ele tem sido a inspiração de tragédias e dramas cujo final é invariavelmente previsível e infeliz!

Ler Mais

Image

O FANTÁSTICO PARADOXO DO TEMPO

Abraham Shapiro

Num reino distante, um homem foi condenado à morte sem que tivesse culpa por seu monarca. No desespero, fez uma proposta ao nobre. Se lhe desse um ano de graça, ele ensinaria o cachorro da corte a falar. Se fracassasse, então poderiam executá-lo. 

Surpreso com o estranho projeto, o  rei aceitou.

Ao visitá-lo, os amigos do condenado acharam que ele estivesse louco quando souberam da mirabolante ideia. Então, ele lhes revelou sua estratégia:

– Meus amigos. Um ano é muito tempo. O rei pode morrer. Eu posso morrer. O cachorro pode morrer. E se ninguém morrer, vai que o cachorro aprenda a falar!

Há uma poderosa lição nessa história. E muito prática. 

Tempo é o bem mais precioso à disposição das pessoas vivas. Você concorda? Já pensou nisso? 

Quantas pessoas desprezam um dia! Mas, para uma diarista que tem de alimentar cinco crianças, um dia significa sustento. 

Um segundo é o tempo em que muitos acidentes fatais acontecem.

Aquele homem da nossa história estava certo. Um ano é tempo demais. Pode mudar o cenário de uma vida, quando não de uma nação inteira.

Certa vez um homem muito rico aproximou-se de um sábio e perguntou-lhe o que fazer para adquirir entendimento. O sábio lhe aconselhou a dedicar uma hora de cada dia ao estudo de um livro. O rico parou, pensou e disse que não era possível, pois não tinha tempo. Então o sábio lhe indagou: 

- Se você não tem tempo, o que, de fato, você tem?

Ler Mais

Image

QUEM TEM MUITO A DIZER...

Abraham Shapiro

Você conhece o Bill Gates? Ele é o fundador da Microsoft, um dos homens mais ricos do mundo e realiza uma gigantesca obra social em vários países. 

Há alguns anos, ele foi convidado a fazer o discurso numa formatura universitária e aceitou. 

Todo mundo achava que seria um discurso quilométrico,  daqueles típicos de formaturas e que no dia seguinte ninguém lembra, senão que foi chato. 

Nada disso. Gates foi objetivo, falou por apenas cinco minutos e, ao concluir, foi aplaudido por mais tempo do que usou para discursar. 

Eu selecionei alguns pontos que merecem ser reproduzidos. Ouça:

- “Você não vai sair da faculdade ganhando 20 mil dólares por mês. Não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que tenha conseguido comprar o seu próprio carro e seu próprio telefone”.

- “Se você acha seu professor exigente, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você”.

- “Trabalhar como garçom freelance durante as férias ou os finais de semana não está abaixo da sua posição social. Seus avós teriam uma palavra diferente para isso, e essa palavra é: oportunidade”.

- “No cinema e na tevê não existe vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar duro”.

Eu imagino que Bill Gates realmente marcou a vida de todos os ouvintes com seu discurso. 

É assim. Quem tem muito a dizer, fala pouco.

Ler Mais

Image

O QUE FAZ A REALIZAÇÃO PROFISSIONAL

Abraham Shapiro

Do que depende a realização profissional? 

Se fizermos uma pesquisa com grande número de pessoas, descobriremos que não depende do que elas fazem, mas de “como” fazem. 

É grande ilusão pensar: “Sou um pedreiro fracassado; penso que seria um sucesso como alfaiate”. O desafio de qualquer área profissional está no valor que se vê em desempenhá-la. 

Posso provar. Imagine-se, por exemplo, fazendo um trabalho que consista em carregar uma lata d’água do chão para sobre uma mesa e da mesa para o chão. Suponha que você ganhe R$ 5 mil reais mensais por fazê-lo ao longo de oito horas por dia. Quanto tempo você suportaria fazer isso? Penso que bem pouco. Por quê? Falta uma razão, um sentido para esta tarefa. Dinheiro algum compensaria.

Por outro lado, há poucos dias conheci um mecânico que mostrou que o defeito do meu carro era apenas a falta de um parafuso, e nada cobrou por isso. Eu estava muito inseguro e temeroso de ser enganado, como tantas histórias que ouço por aí. Mas diante do que vivi, ele me fez confiar.  Após esta  atitude passei a indicá-lo para dezenas de amigos meus. O mais sensacional é ver que ele faz o que faz com prazer. Creio ser por isso que ele é um grande mecânico e ganha muito dinheiro em sua oficina.

Ao mesmo tempo não é curioso que nunca alguém me recomendou um médico por ele ter aprendido a ganhar muito dinheiro em sua profissão. O porquê relaciona-se com o fato de que realização é, e sempre será, o resultado de fazer bem o que se faz.

Infelicidade profissional não se resolve com mudança da área de atuação, estou certo disso, mas sim com uma visão nova da pessoa sobre o que ela faz. 

O que mais vale nessa vida é ser intenso, e não extenso. A perfeição não está na quantidade, porém, na qualidade. Tudo que é excelente e valioso é pouco e raro. Quantidade sozinha não passa de mediocridade.

Ler Mais