DESPEÇA O RH INCOMPETENTE

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Blog Profissão Atitude

A pressão para encontrar talentos na empresa faz os profissionais não capacitados do RH vulneráveis ao encanto irresistível de certos candidatos. E não fica nisso.  Eles não são capazes de enxergar talentos internos que poderiam contribuir muito ao ocupar funções de maior responsabilidade.

Francamente, é um enorme problema  ter profissionais sem aptidão na “Gestão de Pessoas” – a mais estratégica de todas as áreas.

Vou dizer sem medo: se você suspeita de que o seu RH está ruim, isto significa que a situação já é bem pior do que você calcula, e já afeta os seus lucros.

Tome providências. Construa o seu time de RH com profissionais que  tenham prática comprovada e referenciada. Refiro-me a gente que saiba claramente o que é o seu negócio ou aprenda rapidamente. Evite o perfil romântico de quem fala coisas incríveis, põe defeito em tudo e só consegue resolver problemas depois que a empresa gasta uma fortuna com consultorias – muitas delas inúteis.

Levaram um consultor para uma empresa de varejo. Ele iniciou seu trabalho pela leitura de um livro com os gerentes. O livro era complexo e nada tinha com a situação para a qual ele fora chamado. Todos perceberam isso, exceto o RH que insistiu em praticar as instruções da literatura. Ao final, a coisa se complicou. Foram obrigados a voltar atrás e o grupo perdeu o engajamento em outras atividades importantes que a diretoria mantinha. O tempo de recuperação foi longo e custoso. Tudo aconteceu por conta de um RH fantasioso que, inepto para resolver questões por si,  saiu em busca de um consultor caça-níquel.

Até aqui, falei do grupo de RH. Para completar, se o gestor não for muito bom – muito bom, eu disse –, dificilmente você terá uma equipe que atenda às suas necessidades. Aliás, um “gerentinho” como tantos que se consegue por aí pode destruir uma empresa com suas atitudes fora de propósito ou por nenhuma atitude.

A regra sobre o RH é clara: demita os sonhadores e os ineficientes. Na sua e em qualquer empresa, tudo precisa convergir para objetivos mensuráveis e transparentes. Não há lugar e nem recursos financeiros para intuições, especialmente quando a margem de lucro está achatada, a concorrência  enlouquecida e a exigência de clientes por qualidade na medida em que jamais esteve ao longo de toda a História da Humanidade.

Compartilhe esta publicação: