NINGUÉM PENSA EM VOCÊ... ENTÃO VIVA!

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Blog Profissão Atitude
 

Acabo de ler um livro que clareou muitas dificuldades pessoais e de clientes com as quais me defronto como consultor. 

O livro diz: 

“O que quer que aconteça com você, não tome como pessoal. Se eu o vir na rua e disser: ‘Você é um estúpido’ sem conhecê-lo, não estarei falando de você. Na verdade estou falando de mim mesmo. Se você levar para o lado pessoal, talvez acredite ser estúpido e diga a si mesmo: ‘Como ele sabe? Será que todos percebem que sou estúpido?’.

Quando você concorda com o que lhe dizem, você o confirma. 

Saiba de uma coisa definitivamente: nada do que os outros fazem é motivado por você, e sim por causa deles mesmos. Todas as pessoas vivem em seu próprio mundo, em sua nuvem mental pessoal. Elas estão num universo completamente diferente daquele no qual você e eu vivemos. Quando leva algo para o lado pessoal, você presume que os outros sabem o que se passa no seu universo e tenta impor o seu universo ao deles.

Mesmo quando uma situação parece pessoal ou que os outros o insultem diretamente, não tem nada a ver com você. O que eles dizem, o que fazem e as opiniões que emitem, estão de acordo com os pensamentos e desejos deles.”

O livro se chama: Os Quatro Acordos, e o autor é Miguel Ruiz.

Se me permite, vou concluir: levar as coisas para o lado pessoal é tomar o lixo emocional de outrem para si. Não se permita intoxicar-se.  

Compartilhe esta publicação: