UMA DOENÇA CHAMADA PREGUIÇA

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

A preguiça é pior do que se imagina.

Salomão – o  rei sábio – disse que “o preguiçoso terá sete boas justificativas”. E acrescentou: “As mãos preguiçosas empobrecem o homem, pois ele deseja, mas nada consegue”.

Compromisso? O preguiçoso arruma uma desculpa e “pula fora”. A bateria do celular acabou ou o aparelho desliga sozinho. Ele não recebeu o e-mail que você enviou. Ele se confundiu quanto à data da entrega. O computador deu pau. O despertador não tocou. Quinta-feira foi feriado, e ele emendou o fim de semana – “afinal ninguém é de ferro”. Segunda-feira é quando todos estão muito ocupados, então ele não marca agendas neste dia “complicado”. Sexta-feira? Ele não quer perturbar o fim de semana dos outros.

Você já ouviu de alguém uma dessas frases? Eu sim. Sempre de um preguiçoso.

Conforto, prazer, vida mansa é tudo o que ele quer para si – o tempo todo. Nada de problemas ou dores de cabeça.

Porém, quando ele tiver uma necessidade você o verá prometer tudo, até conseguir o que precisa.

Você deseja salvar-se da preguiça? A minha receita de três passos é a seguinte:

- Primeiro: identifique as áreas em que você mais lança mão de desculpas, pois é aí que ela “ataca”. 

- Segundo:  traia essa tendência perniciosa de se justificar.

- Por último, à medida que você vir-se vencendo este mal, respeite-se, porque você está sendo curado de algo a que a ciência já começa a classificar como doença.

Querer passar a vida na horizontal é um tremendo erro de circunstância, porque ao morrer, todos teremos tempo de sobra para descansar.

Compartilhe esta publicação: