O FRACASSO DOS TREINAMENTOS DE VENDA

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Uma empresa comercial reuniu seus vendedores para a tradicional convenção de três dias num hotel.

No primeiro dia,  alinharam todos os assuntos internos. Os outros dois foram dedicados àquilo que os diretores chamaram de super-teinamento, ministrado por um super-consultor especialista em super-vendas – alguém a quem reputam o dom de fazer o milagre de aumentar as vendas e trazer mais lucros.

Pagaram uma fábula pelo show. No entanto, o pessoal saiu insatisfeito, sem ver a eficiência das aulas.

O problema desses treinamentos de vendas é que quase todos instrutores tentam ensinar as mesmas típicas e tradicionais ideias que se acham em quaisquer  livretos de banca de jornal. É por isso que os treinandos tapam os ouvidos. Eles acreditam que já sabem.

99% destes treinamentos milagreiros acabam em PERDA DE DINHEIRO E TEMPO, porque não atingem o objetivo de transformação com que os chefes sonham.

Talkei. Mas qual é a solução? Com todo o respeito: bastaria que os gerentes soubessem, de fato, o que precisa ser feito e fizessem este trabalho. Mas não! O que eles fazem?  Muitos deles sabem pouco, mas tentam enganar seus diretores com lorotas que só culpam a equipe. Isso se converte, quase sempre, na sugestão de que contratem um super-consultor para dirigir um super-treinamento de vendas que irá mudar tudo.

Entendeu o ciclo de desgraças de muitas... muitas empresas deste país? O que elas fazem é alimentar o mercado de palestrantes e consultores marreteiros por causa da inépcia de gestores comerciais incompetentes – que mal saberim vender picolé ou pipoca na porta de um  colégio.  

Compartilhe esta publicação: