INSANIDADE DE TODOS?

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Um homem foi consultar um psiquiatra.

- “Qual é o seu problema?” – o médico perguntou.

- “Eu não tenho problema nenhum, doutor”.

- “Então por que veio me procurar?”

E o homem diz:

- “a minha família insistiu que eu viesse.”

- “Bem, então o que a sua família acha que há de errado com você?” –  questiona o  médico.

- “Eles acham que há algo errado comigo só porque eu gosto de pizzas”.

- “Isso é absurdo”, exclama o psiquiatra, “Não há problema em gostar de pizza. Eu mesmo gosto muito!”.

Os olhos do homem brilham de alegria ao ouvir isso. Aí ele diz:

- “É mesmo? Então venha me visitar e você verá as centenas de caixas cheias de pizzas que tenho guardadas no porão de casa”.

Vamos entender.

A finalidade das pizzas é servir de alimento. Colecioná-las é insano.

Insanidade acontece sempre que algo que devia ser apenas um meio torna-se um fim.

Você identifica algo parecido na sua vida? Talvez não com pizzas, panquecas ou pastéis.

Mas abstraia este conceito. E depois pesquise bem.... muito bem, porque por este critério,  talvez nenhum de nós, de fato,  esteja totalmente isento.

Compartilhe esta publicação: