VELHOS E TERRÍVEIS PROBLEMAS DE ATENDIMENTO

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Eu precisava comprar uma  luminária e um ventilador. Entrei numa grande loja de uma rede de supermercados e fui à sessão específica. Havia várias opções de luminárias lá. Gostei de uma e queria testar para verificar se me atendia. Chamei a encarregada e pedi a ela que testasse. Sua resposta foi:

- “Nós só testamos depois que o senhor pagar”.

Eu estranhei. Procurei o gerente e expus a minha indignação.  Ele disse que a moça estava enganada. E completou:

- “Ela é novata”.

- “Ok”, eu lhe disse. “E é também muito mal treinada.”

Saí dali e fui a outra loja.  Um senhor de cabelos brancos e aparentando experiência comercial mostrou-me exatamente a luminária que eu vira no supermercado. Conectou à energia e ... eu adorei. Mas era o último daquele ítem na loja e estava sujo. Decidi não levar uma peça usada.

Perguntei a ele por ventiladores. Ele olhou-me nos olhos e disse:

- “Ihhh! Nós só temos ventiladores de mesa”.

Fiquei confuso. Sua expressão facial foi tão negativa que só restou-me agradecer e sair. No corredor passei por uma pilha de caixas sobre as quais havia ventiladores. Eram os que eu queria. Mas a negatividade do atendente me induziu a pensar que talvez não fossem bons.

Finalmente, encontrei tudo o que precisava numa loja de variedades para casa e construção... e por excelente preço – com atendimento de primeiríssima.

Quem pensa que psicologia não faz diferença no processo de venda não sabe nada de venda; vai camelar a vida toda e jamais conseguirá bons resultados.  

Compartilhe esta publicação: