O MODELO BÍBLICO DE LIDERANÇA

Image

Abraham Shapiro

A Bíblia exerce influência real sobre o pensamento de toda a humanidade, mesmo sobre  quem não a adota como livro sagrado. O meu mestre costuma dizer que “tudo está na Bíblia”, e faz questão de demonstrar sua convicção nas situações menos prováveis, como: tecnologia, descobertas, eventos históricos etc. 

Se você nunca leu, vale tentar. E quando o fizer, talvez se depare com uma pergunta que eu mesmo fiz. “Por que tantos líderes hebreus foram pastores antes de exercer a liderança?”

David, o segundo rei de Israel, fala em seus Salmos sobre como cuidava de seu rebanho. Ele menciona compaixão e salvação.  Ele se preocupava com o bem-estar de cada ovelha.  Isto o fez apto a conduzir sua nação.

Moises cuidava do rebanho do sogro quando uma cabra fugiu – conta a tradição oral Judaica, chamada Guemará. Ele seguiu-a e a encontrou bebendo água numa fonte. Ao aproximar-se, disse a ela: “Tua sede te fez fugir? Estás cansada? Sacia-te e eu te carregarei de volta. E desde já cuidarei para que isso não ocorra mais”.

Dois pastores, dois exemplos, duas virtudes ímpares em liderança aprendidas junto a seus rebanhos. Penso que tudo se resuma a “sensibilidade”. Eles conheciam as necessidades de cada um dos animais no todo e em particular.

Encontrei numa obra de filosofia milenar as seguintes palavras: “Os atos do líder são os atos da nação. Se o líder é justo, a nação o será. Se o líder é injusto, a nação também é injusta e pagará pelas fraquezas do líder”. ‘Nação’ aqui se aplica também a empresas. O comportamento do grupo é autorizado pelas práticas de quem está no topo. 

Temos visto funcionários de muitas empresas pagando pelas fraquezas de seus chefes. Ficam sem seu trabalho, perdem as economias de toda a vida, enfrentam dores emocionais, morais, e físicas.  Há vários casos nos quais os clientes também pagam.  

Líderes verdadeiros são raros. Tão raros quantos pedras preciosas. E por que não dizer “raros como sábios e bons pastores de ovelhas”? 

Compartilhe esta publicação: