Quanto vale o que se consegue choramingando?

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Recebi o e-mail de um ouvinte do meu boletim na Rádio CBN. Ele atua em vendas e dizia o seguinte:

- “A minha empresa não quer comprar um notebook para mim. Penso em me demitir, porque eu me sinto desvalorizado. O que você me aconselha?”

A minha resposta segue abaixo.

Caro amigo.

A parte do seu email que mais me preocupa é ver você choramingando. Hoje você reclama para mim. Mas eu o vejo queixando-se com colegas de trabalho e temo que você o faça até com clientes.

Cuidado! Você poderá acabar demitido antes de demitir-se. E recolocação está difícil em todas as áreas.

Você se lamenta de que não lhe compram um notebook. Mas o fato é outro. Você é que não está disposto a investir em si mesmo. E aonde quer que vá, isto irá com você e vai se repetir.

Aliás, direi algo de que certamente você não gostará: a pior coisa que poderia acontecer é a empresa comprar-lhe o tal computador. Se o fizerem, você não vai aprender a lição de que mais necessita para ser um profissional melhor. Sabe qual? O seu sucesso é responsabilidade sua. E as ferramentas de trabalho de que você precisa também.

Vá a uma loja e compre o seu notebook. Invista, enfim, na pessoa mais importante do seu mundo: você.

Todas as empresas buscam um perfil específico de vendedor:  ousado, corajoso, que resolva problemas, e, principalmente, que não perca tempo com reclamações.

Então, que tal parar de choramingar e começar a vencer?

Compartilhe esta publicação: