VOCÊ É QUEM REALMENTE É?

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Uma das situações mais saudáveis em qualquer empresa é saber aonde se quer chegar. Aliás, não é só saudável, como é também a base de qualquer planejamento.

Por ora, tente, por gentileza,  responder à questão que farei. “Você é o que é? Ou se acha muito mais?”

Na empresa,  existirá um problema grave e difícil de resolver quando alguém – especialmente da alta administração – pensa que a organização encontra-se  em patamar mais elevado do que realmente está, e passa a exigir que todos pensem igual. Isto gera uma dissonância.

É o que ocorre, por exemplo, quando você acredita estar vendo algo e aponta o dedo na direção para que alguém a seu lado também veja, e a pessoa não vendo nada se sente mal pela sua  insistência em que a coisa está lá. Ela pode acabar achando ser uma alucinação sua e até concorde “de boca para fora” só para lhe agradar.

Na empresa este problema causa estragos. Aquele diretor não conseguirá pôr as pessoas na mesma página porque acredita em algo que ninguém mais crê. E se as pessoas não creem, elas se sentem enganadas. O atendimento e a qualidade dos serviços ou produtos ficarão comprometidos, a postura dos funcionários em todo o organograma não obedecerá a um padrão e a tendência geral será o caos ou a discordância.

Firme-se na realidade de o que a sua empresa realmente é. E se quiser fazer isto de modo muito bem feito, conheça a ótica do seu cliente, já que é para ele que tudo isso existe.

Compartilhe esta publicação: