UM GERENTE COMO QUASE NINGUÉM JAMAIS VIU

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Perguntei ao gerente de uma concessionária de veículos como ele encara as eventuais reclamações de clientes. E ele:

- “Se o cliente reclamou, é porque pretende continuar comprando de nós e usando os nossos serviços. Eu resolvo o problema, pergunto o que ele achou e depois agradeço. Se ele não reclamasse, ficaria insatisfeito, acabaria procurando outro fornecedor, e falaria mal de nós para o mundo. Por isso, eu digo ‘obrigado’ por ter reclamado”.

Louvado seja este gerente inteligente e humildade –  oposto de tantos que se acham perfeitos e nunca admitem razão ao cliente.

Há uma fábula sobre a prepotência.

Conta-se que dois galos disputavam, numa luta feroz, o direito de comando do galinheiro de um sítio. Por fim, um pôs o outro para correr. O galo derrotado afastou-se e se recolheu num lugar sossegado.

O vencedor voou até o alto de uma cerca, bateu as asas e, exultante, cantou com toda sua força.

Uma águia que pairava ali perto, lançou-se sobre ele e com um bote certeiro levou-o preso em suas poderosas garras.

Então o galo derrotado saiu de seu canto, e dali em diante reinou absoluto, livre de disputa.

Sim.  Orgulho é desgraça. E também perda clientes e vendas.

Compartilhe esta publicação: