NEGÓCIOS, SUCESSO E ESTACIONAMENTO PARA CARROS

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

Um enorme volume de carros foi vendido nos últimos anos no Brasil, o que tornou insuportável o trânsito nas cidades médias e grandes pela falta de infraestrutura e pela incompetência da administração pública.

Estacionamento virou problema para todos. Daí vieram invençoões aparentemente boas – se não absurdas –  como a cobrança pela ocupação de espaços públicos nas ruas  a fim de forçar a rotatividade. Isto se converteu rapidamente em fonte de receita para os municípios – pela cobrança de multas – e para ‘supostas’ entidades ditas filantrópicas, das quais pouco ou nada se sabe da destinação que dão aos recursos que arrecadam.

Neste mundo abundante de veículos, as empresas de comércio que não oferecem estacionamento a seus clientes estão em apuros – por mais que se enganem fazendo investimentos brandos em outros atrativos que não sensibilizam nem curiosos.

Nesse contexto, eu admiro as pessoas de negócios que leem corretamente os sinais emitidos pelo comportamento dos consumidores e ajustam suas empresas às necessidades mais atuais.

Uma rede de supermercados, por exemplo, observou  que seu movimento cai em dias de chuva. Não pensou muito. Investiu na construção de áreas cobertas de estacionamento e reduziu a lacuna nas vendas que antes era causada pelas condições do clima. Atitudes como esta mostram que é  prática e agilidade que produzem resultado, e não só boas leituras, conhecimento e intenção de fazer certo as coisas.

A criatividade humana não é útil só para a arte. Todos já devem ter desconfiado disso. No entanto, é interessante saber que ela está reservada para  aqueles indivíduos especiais que interpretam os problemas da vida e do trabalho como as oportunidades ideias para manifestá-la do melhor modo.

Compartilhe esta publicação: