A FALSIDADE DAS PESSOAS

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Blog Profissão Atitude
 

Quanto vale uma joia falsa? E uma obra de arte falsa? Um homem falso quanto vale? Ou melhor: "o que" ele vale?

Um ser humano falso é alguém que expressa crítica, ponto de vista, opinião ou comentário intrigante sobre certa pessoa a outros, e oculta o que tenha dito de quem ele fala.

É o patrão que pontua defeitos do funcionário aos colegas dele.

É o marido que divulga as falhas da esposa na roda de amigos, e acha-se leal.

É o pai que fala mal do filho a seus irmãos.

É, enfim, o sujeito que faz fofoca ou mexerico.  

No coração e na mente de um ser humano desse tipo o que existe em maior quantidade e frequência é covardia, insegurança, conveniência, prazer com o mal, fraqueza de caráter e tantas outras péssimas características.

Realmente é difícil calcular o valor de alguém que semeia ou prolifera a maldade entre os indivíduos e acredita, apesar disso, estar fazendo a coisa certa. A sociedade atual está repleta de gente assim.

Se todas empresas que investem dinheiro em consultores para resolverem seu  clima organizacional promovessem um pacto com os funcionários a fim de eliminar a fofoca, a vida e o trabalho de cada um se transformaria de modo maravilhoso e perceptível no momento seguinte a todos o colocarem emprática. Então, e só então, estas pessoas prestariam o fabuloso tesouro que vale um ser humano original! 

Compartilhe esta publicação: