ABSURDOS DE TODOS OS TEMPOS

Image

ABRAHAM SHAPIRO para o Portal Profissão Atitude

"Voar com máquinas mais pesadas do que o ar é inviável e insignificante, se não impossível". Simon Newcomb disse isso em 1902. Ele era astrônomo convencido a visionário.

"Mulher responsável e sensível não deseja votar". Esta frase foi dita por Grover Cleveland, o 22º presidente dos Estados Unidos, em 1905.

A Federação Americana dos Transportes publicou uma nota, em 1913, em que se lia: "É um sonho patético imaginar que automóveis irão tomar o lugar das ferrovias em viagens de longa distância".

Harry Warner foi um dos fundadores da Warner Brothers Pictures. Sabe o que ele considerou sobre colocar voz nos filmes mudos em 1927? Leia você mesmo: "Quem, diabos, vai querer ouvir um ator falar?"

“A energia produzida pela desintegração de um átomo é algo muito insignificante. Quem espera obter uma fonte de energia da fissão desses átomos está dizendo bobagem.” Ernest Rutherford, descobridor do núcleo do átomo e Prêmio Nobel de Química.

A frase campeã deste ranking foi dita por Thomas Watson, o grande presidente da IBM mundial:  "Creio que no mundo exista mercado para apenas uns cinco computadores."

Lendo isso, talvez a gente pense que essas pessoas eram estúpidas.  Não, em absoluto. Elas eram grandes especialistas em suas áreas. A explicação está no quanto seus modelos mentais eram sólidos. Assim, o mesmo pode ocorrer com você e comigo sempre que acharmos estar certos ou ter razão a respeito do que sabemos, já que até a igreja católica matou pessoas inocentes pelo crime de simplesmente questionar seus dogmas e crenças - o caso de Giordano Bruno é um dos exemplos mais emblemáticos.

Sócrates, o filósofo, nos ensinou a sair em busca de situações ou contextos em que as nossas crenças não sejam verdadeiras, pois, estar enganado é uma possibilidade sempre presente na maior parte das convicções que mantemos. Daí o benefício da pesquisa, do conhecimento e, mais que tudo, de ouvir com calma o que os outros dizem e pensam, sem pressa de julgar ou condenar.

À procura da verdade, questionar é superior a ter respostas e fiar-se em crenças que excluem de cara o novo e o diferente.

Compartilhe esta publicação: